novas-series-do-canal-abc

novas-series-do-canal-abc

Senta que lá vem muito mais séries! Chegou a vez de comentarmos sobre os novos projetos da ABC. Para o desespero dos seriadores (que provavelmente não dormem no início da fall season), o canal confirmou a encomenda de DOZE SÉRIES para a temporada 2013/2014. E só para lembrar, esse é o segundo post sobre as novas séries. Para conferir o primeiro, clique aqui

Eis a lista das novas séries: The GoldbergsMixology, Super Fun Night, Trophy Wife e Back In The GameMarvel’s Agents of S.H.I.E.L.D., Betrayal, Killer Women, Lucky 7, Mind GamesResurrection e Once Upon a Time in Wonderland (spinoff de Once Upon a Time). Eu geralmente acabo curtindo, pelo menos, metade das estreias do canal e sofro quando algumas são canceladas precocemente. A audiência americana também não ajuda, né?

Vamos lá comentar as novas séries! Seguindo o mesmo padrão do post anterior, o trailer + informações sobre cada uma. Qualquer erro, não esqueça de nos deixar um comentário. :D

Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D

Podemos dizer que Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. é a principal estreia da ABC para a temporada 2013/2014. Podemos até dizer que seja a série mais aguardada do ano. Quando Joss Whedon – diretor d’Os Vingadores – assume a direção de um episódio piloto, nós devemos, no mínimo, aguardá-lo com muitas expectativas.

Mas antes de qualquer coisa, saiba que você não vai assistir às aventuras dos heróis clássico da Marvel. É um novo time. Podemos dizer que secundário. A série acompanha os trabalhos dos membros da Strategic Homeland Intervention, Enforcement and Logistics Division – S.H.I.E.L.D.

A equipe: Melinda May (Ming-Na Wen), especialista em artes marciais e piloto experiente; Skye (Chloe Bennett), especialista em computadores; Grant Ward (Brett Dalton), treinado para combate; Leo Fitz (Iain De Caestecker), um engenheiro; e Gemma Simmons (Elizabeth Henstridge), especialista em biologia e química. E para fechar com chave de ouro, eles são liderados pelo qurido Phil Coulson (Clark Gregg), a principal ligação com o Universo Marvel dos cinemas. Embora o personagem tenha morrido na primeira reunião dos heróis. A equipe não é tão surpreendente e pode até não ser muito empolgante, pelo menos por enquanto. Vamos aguardar mais novidades até a estreia.

Super Fun Night

Super Fun Night é o primeiro projeto da atriz Rebel Wilson para a televisão e só por isso já merece muitos pontos. Apesar de não apresentar uma sinopse tão interessante, é uma das prioridades da minha lista. A sitcom retrata a vida de três mulheres que há treze anos buscam formas diferentes de se divertir todas as sextas à noite. Parece que a ABC não ficou muito feliz com o resultado, mas resolveu dar uma chance.

Eu, particularmente, gostei do primeiro trailer e vai ser muito divertido acompanhar as loucuras da personagem de Rebel toda semana. A série também é estrelada por Liza Lapira, que interpreta Helen-Alice e Lauren Ash, que interpreta Marika. E aí, acha que vai dar certo? A audiência americana, que atualmente puxa o saco da Wilson, provavelmente vai dar um voto de confiança. Nós também!

Mais séries depois do pulo! \o

The Goldbergs

Uma sitcom ambientada na década de 80 já tem seus méritos, né? Muito amor! <3 A série foi criada por Adam F. Goldberg e retrata a vida uma família disfuncional, sob o ponto de vista de um garotinho de onze anos, que utiliza sua câmera para registrar a rotina completamente pirada dos Goldbergs. Sim, é uma autobiografia! Vamos torcer para superar as nossas expectativas.

Back in the Game

A primeira série da lista que não me despertou o menor interesse. Back in the Game acompanha a vida de Terry (interpretada por Maggie Lawson), uma estrela do softball  que tenta reorganizar sua vida, mudando-se com o filho Danny (Griffin Gluck) para a casa do pai (James Caan), um ex-jogador de futebol apaixonado por cerveja conhecido como The Cannon. Quando o time do seu filho é rejeitado para a liga juvenil de baseball, Terry decide ajudar o menino a formar seu próprio time. Com o apoio financeiro dos vizinhos, ela passa a treinar a equipe. Vou pensar se dou uma chance ao episódio piloto.

Lucky 7

Adaptação da série britânica The Syndicate, o novo projeto é um dos mais interessantes para a próxima temporada. Vamos acompanhar a vida de sete funcionários de uma loja do Queens, que mudam de vida quando ganham na loteria. Seguindo o mesmo formato da produção britânica, Lucky 7 apresentará a vida de personagens diferentes a cada temporada. O ator Matt Long é um dos protagonistas da série, sendo um dos sete ganhadores. Ele vive com sua namorada e os dois filhos na casa da mãe, mas logo sua vida se transforma em algo completamente fora do comum. Mais uma série confirmadíssima na minha grade de programação, hahaha.

Killer Women

Gente, um projeto criado por Sofia Vergarasim, a Glória de Modern Family – não pode passar despercebido. Killer Women é uma adaptação da produção argentina Mujeres Asesinas, que mostra a vida de Molly Parker (interpretada por Tricia Helfer), a única mulher que atua como patrulheira no Texas. E ainda é a filha do Xerife. Apesar de ser muito boa em tudo que faz, principalmente em tiros, tem uma vida pessoal muito desorganizada e acabou indo morar com o irmão. O estilo da série será procedural, o que me desagrada um pouco, mas não custa nada dar uma chance, né?

Trophy Wife

Kate (Malin Ackerman) é uma jovem que viveu em festas e curtições. Ela é apaixonada por Brad (interpretado por Bradford Whitford), um homem que é pai de três filhos e com duas ex-esposas que surgem a todo momento. Já dá pra perceber que tudo isso acaba resultando em uma completa confusão e Kate tenta manter o relacionamento estável. Para lhe ajudar, Kate conta com o apoio de Meg, sua melhor amigo que é uma mulher promíscua que adora festas e está sempre à procura de um cara bem de vida. Na verdade, Megan tem inveja de Kate por ter conseguido se estabelecer na vida. Sinopse batida, cansada… Trophy Wife não é do tipo de série que deve durar muito na fall season. É preciso de mais, entende?

Mind Games

A série é sobre dois irmãos que depois de altos e baixos, tentarão colocar uma agência especializada em ajudar as pessoas. Clark (Steve Zahn) é um gênio especializado em psicologia humana. Já Ross (Christian Slater) é um professor universitário e conquistador, que acabou se envolvendo com duas alunas. Depois de cumprir pena por fraude, Ross chama o irmão Clark para ajudá-lo a criar a agência, e trabalharão utilizando técnicas de motivação humana e manipulação. Não tenho uma opinião formada sobre sinopse, pode funcionar melhor depois de alguns episódios. Só esperando pra ver!

Mixology

A sitcom é situada em um bar de Manhattan e acompanha a vida de cinco homens e cinco mulheres, que, ao longo de uma noite, buscam por um relacionamento amoroso. A série é uma parceria entre os roteiristas Larry Charles, Jon Lucas e Scott Moore (Se Beber, Não Case).

Once Upon a Time in Wonderland

Once Upon a Time in Wonderland é uma das grandes estreais do ano e já rolou um post especial (com várias imagens) aqui no blog. Clique aqui e confira. Por se tratar de um spin off de Once Upon a Time, vou dar uma chance ao episódio piloto, mas desde já, que fique bem claro, não gosto da Alice e isso pode influenciar na minha opinião, hahaha.

Resurrection

A  série foi criada por Aaron Zelman (The Killing), que adapta a obra de Jason Mott. O drama foi inspirado em um sonho que Mott teve com sua mãe. Bem sinistro, né? A história apresenta um fenômeno que ocorre na cidade de Arcadia, onde pessoas falecidas retornam para suas famílias com a mesma aparência que tinham quando morreram. OMG! Essa sim, hein. O trailer conseguiu passar a mensagem da série e já quero conferir o episódio piloto.

Betrayal

A fotógrafa Sara Hadley (Hannah Ware) vive m um relacionamento secreto com o advogado Jack McAllister (Stuart Townsend). Ela é casada com Drew (Chris Johnson), um promotor público bem sucedido com muitas ambições. Mas Jack também é casado e sua esposa, Elaine (Wendy Moniz), tem dois filhos (Elizabeth McLaughlin e Braeden Lamasters).

Elaine é filha de Thacher Karsten (James Cromwell), chefe de Jack. Quando o cunhado de Thacher é assassinado, todos acreditam que T.J. (Henry Thomas) seja o culpado. Para ajudar o filho, Thacher pede a Jack que o defenda e tudo se complica para Sara e Jack quando Drew assume o caso como promotor. Quanta sambada! Quanta confusão. Vem aí mais um dramalhão mexicano que a ABC tanto adora? Só sei que todo mundo pega todo mundo, trai todo mundo, tem segredos, mistérios… Já pode ser lançada o mais rápido possível.

E aí, quais são as suas apostas para a próxima temporada? Queremos sua opinião! 

Postado por Thiago Moreira

Editor-Chefe do Papo de Blogueiro. Viciado em cinema, televisão, música e tudo relacionado à cultura POP. Estuda Publicidade e Propaganda nas horas vagas.