10-vezes-que-a-katy-perry-provou-ser-a-maior-hitmaker-que-voce-respeita

Ontem à noite, 6, Katy Perry foi anunciada como atração musical do Grammy Awards, que acontece neste domingo, 12 de fevereiro. Se você nos acompanha pelo Instagram, com certeza já está sabendo da novidade.

Logo após sentirmos o impacto da notícia, eis que a Billboard soltou mais uma bomba: os primeiros detalhes sobre o tão aguardado novo single da cantora. A faixa se chama “Chained to the Rhythm” e terá participação de Skip Marley, neto de Bob Marley. O lançamento já está marcado para esta sexta-feira, 10 de fevereiro.

E aproveitando o buzz do retorno, listamos 10 vezes que a cantora provou ser a maior hitmaker que você respeita. São tantos singles, que ficou até difícil fazer uma seleção. É um hit atrás do outro. Depois não se esqueça de deixar um comentário com a sua música preferida ou se achar que esquecemos de alguma que merecia figurar a lista!

1. Firework

Quem disse que a Katy Perry não tem um hino para chamar de seu? “Firework“, terceiro single do álbum Teenage Dream (2010), é um dos marcos de sua carreira, atingindo o primeiro lugar na Billboard Hot 100. Uma explosão de amor!

2. Hot n Cold

Quando Katy ainda estava só começando, já provou que seria uma hitmakerzona da porra! “Hot n Cold” foi o segundo single do álbum “One of the Boys” (2008″), figurando na primeira posição em vários países. Não pode nem começar a tocar que a gente adora!

3 Thinking Of You

O primeiro álbum pop da gata é um hinário, bicho!

4. E.T. ft. Kanye West

Mas já que é pra falar de hino, voltamos para a Era Teenage Dream, que fez de Katy Perry um grande ícone da música pop. Sua parceria com o Sr. West rendeu o quarto topo da Billboard Hot 100 para o mesmo álbum. Se isso não é poder, o que poderia ser?

5. Last Friday Night (T.G.I.F.)

O maior hino de balada que você respeita!

Geeky-Katy-Perry-Dancing-Music-Video

6. The One That Got Away

O Teenage Dream é ou não é o melhor álbum da Katinha?

7. Roar

Depois de tantos singles poderosos, o que Katy Perry preparava para o lançamento de seu 3º álbum pop de estúdio? Ela rugiu, e rugiu em alto e bom som! “Roar” chegou com tudo e, após apresentação no MTV Video Music Awards em agosto de 2013, estava mais do que provado que a cantora voltaria com tudo para as paradas. 

8. Dark Horse (Official) ft. Juicy J

Essa música fez tanto sucesso que o clipe atingiu mais de 1 bilhão de visualizações no Youtube, tornando-se o mais visto da história entre as mulheres na época. Poderosa!

9. Unconditionally

A música é incrível e o clipe não deixou por menos. A Era Prism é definitivamente a mais conceitual de Katy (até agora).

10. I Kissed A Girl

E para fechar o top 10, um retorno aos primórdios de Katy Perry. Quando uma cantora pop tem ousadia e irreverência, um single como esse não pode ser esquecido, né? 

trailer-guardioes

O Super Bowl é muito mais do que o maior evento esportivo do ano e um show mega esperado de uma artista consagrada mundialmente.

E muito mais do que aquela espiadinha anual no marido da Gisele Bündchen…

bradyhighv

É o momento do ano em que estúdios e canais de televisão liberam as prévias dos próximos lançamentos, fazendo a alegria de nós consumidores compulsivos de cultura pop. E para facilitar a sua vida, vamos reunir, aqui neste post, os principais trailers lançados durante todos os intervalos do evento.

Para adiantar, eles não economizam mesmo!!! São milhões e milhões de pessoas assistindo aos breaks, ou seja, o que vem pela frente é o melhor que todos podem oferecer. Já deu pra sentir o clima, né? Vamos lá:

Guardiões da Galáxia Vol 2

Vida

A cura

De Volta ao Jogo 2

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

Logan

Velozes & Furiosos 8

Stranger Things – 2ª temporada

Baywatch

The Handmaid’s Tale

The Walking Dead

Mulher-Maravilha

Volte em breve para mais prévias!

clipe-de-loka-hit-do-carnaval-de-simone-e-simaria-com-anitta

O Carnaval está chegando se você for otimista, 49 dias nem é tanto tempo assim e é comum, nesta época do ano, o lançamento de músicas que disputarão o famoso título de “Música do Carnaval“. A dupla Simone & Simaria, as Coleguinhas mais amadas do Brasil, também entrou na disputa, e para fazer o hit mais comentado do verão, convidou ninguém menos que Anitta, um dos nomes mais famosos da atual música brasileira.

O resultado desse “popnejo” é o single “Loka“, lançado hoje, 6, nas rádios de todo o Brasil, além dos já conhecidos serviços de streaming.

A mistura, que além de trazer o sertanejo e o pop, tem a pegada cheia de energia do reggaeton, um ritmo originalmente latino que está conquistando o Brasil. Vai dizer que você não rebolou muito ao som de “Sim ou Não“, da Anitta em parceria com o colombiano Maluma? Todos nós amamos e com a nova música das Coleguinhas não vai ser diferente. É para suar na balada e descer até o chão repetindo os versos chicletes que já estão em nosso coração. Basta ouvir uma ou duas vezes para sair cantarolando o refrão: “Esquece ele e fica loka, loka, loka. Agora chora no colo da patroa, loka, loka…

Alguém dúvida que vai ser um dos hits mais tocados do verão e do Carnaval? Eu não!

Para acompanhar o lançamento do single, o clipe também foi lançado agora a pouco na internet, com direito a muitos closes, coreografia e beleza, claro. As três juntas estão maravilhosas! Como não amar? Assista:

E por falar nas Coleguinhas, olha só o recadinho que elas gravaram para o blog:

Siiim, elas não são demais? Nós adoramos! E até entendemos que a Simone tenha mandando um “site” ao invés de “beijo” pra gente, hahahah! Ela é LOKA e por isso amamos tanto. Adoramos o recadinho e só temos a agradecê-las pelo carinho.

O que você achou do lançamento de “Loka”? Deixe seu comentário e corre para decorar a letra e a coreografia. O Carnaval está chegando e temos aqui uma forte concorrente nessa disputa.

comentando-o-divertido-trailer-de-homem-aranha-de-volta-ao-lar

O novo filme do Homem-Aranha, que tem estreia prevista para julho de 2017, já é um dos assuntos mais comentados do ano. Isso porque em 2016 finalmente tivemos mais detalhes do novo reboot estrelado por Tom Holland. Primeiro ganhamos uma rápida aparição do Amigo da Vizinhança em “Capitão América: Guerra Civil“. Ali tivemos uma ideia do que estava por vir. Principalmente relacionado ao novo Peter Parker. Diferente dos dois primeiros, ele é realmente um adolescente (o ator tem 19 anos, mas parece ainda mais novo), que frequenta a escola e, além de precisar lidar com os seus novos poderes, enfrenta todos os problemas comuns do dia a dia de um jovem estudante. Seus amigos possuem a mesma faixa etária, diversificando das duas primeiras franquias.

Depois de uma rápida e empolgante aparição no filme do primeiro Vingador da Marvel, eis que tivemos o lançamento do trailer oficial de “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”. Demorou alguns meses, mas finalmente, e antes do ano virar, a Marvel Studios e a Sony Pictures (a improvável parceria que finalmente está saindo do papel) liberaram esse gostinho da nova aventura do herói. O resultado é um dos mais impecáveis do estúdio. Claro que não dá pra competir com o insano trailer de “Guardiões da Galáxia: Vol 2, mas foi um dos vislumbres mais empolgantes do estúdio.

E assistindo ao trailer várias e vários vezes, além de passear por outros sites de cultura pop que também comentaram sobre o lançamento, selecionei cinco momentos que considero importantes e impactantes do vídeo. Dava para falar sobre muito mais do que cinco pontos, que deixo em aberto para vocês comentarem logo após o post.

Ainda não assistiu ao trailer oficial? Confira:

E esta é a versão lançada aqui no Brasil:

Agora que assistimos aos dois trailers, mãos à obra!

O Homem-Aranha finalmente vai participar d’Os Vingadores?

trailer-homem-aranha-de-volta-ao-lar

Uma das grandes vantagens desse reboot é que o Aranha finalmente vai estar no mesmo Universo Marvel dos outros filmes, ou seja, o mesmo universo d’Os Vingadores. Aliás, todo dia é dia de ~agradecer à Sony por finalmente sair de cima do muro e ceder fazer a tão sonhada parceria.

Se o Aranha vai participar do grupo, isso ainda não dá pra saber (pelo menos não neste início), mas já é meio caminho andado. A primeira cena do trailer dos Estados Unidos mostra o herói enfrentando falsos Vingadores. O tom sarcástico do Cabeça de Teia ao enfrentar os inimigos já dá um gostinho da personagem. É o bom e velho Homem-Aranha que conhecemos. Outro detalhe importante que notamos no vídeo é que a relação entre o Peter e o Tony Stark, aka Homem de Ferro, não é algo feito apenas para sua introdução na Guerra Civil. O bilionário vai mesmo ter uma grande participação na história, o que seria algo IMPROVÁVEL anos atrás, quando a Marvel Studios começou a caminhar em passos lentos nas telonas.

Inclusive, quem mais ficou louco com a cena na qual Tony Stark e Peter Parker estão na base dos Vingadores?

Bruce Banner é um grande cientista!

trailer-homem-aranha-de-volta-ao-lar2

Como você sabe, o Peter Parker ainda é um adolescente vivendo altos e baixos típicos da idade. O colégio é um dos principais ambientes que veremos neste novo filme e em uma das cenas do trailer, a galera que já decorou todas as cenas conseguiu captar um daqueles easter eggs que os produtores deixam escondidos para aguçar a nossa curiosidade. Uma foto de Bruce Banner, o Hulk, aparece junto com a de outros grandes cientistas na sala de aula. E não foi só isso, Howard Stark, o pai de Tony, também pode ser vista num painel na escola de Peter. Será que o colégio é ~patrocinado pela família Stark e foi daí que surgiu o interesse do Tony pelo garoto?

Você reconhece esse visual de algum lugar?

trailer-homem-aranha-de-volta-ao-lar3

A atriz Angourie Rice também foi destaque no trailer, e, apesar de todos acharem que ela interpretaria Betty Brant, muitos estão especulando que ela seja na verdade Gwen Stacy. O visual pelo menos é muito parecido com a personagem, né? E o mais interessante é que tudo está sendo feito com calma, e pelo visto, sendo planejado para vários filmes. A personagem pode ser apenas introduzida no universo, para daqui um tempo, se envolver amorosamente com o Aranha.

Mas além de Angourie, quem vai ganhar destaque mesmo neste filme é a atriz Zendaya, que muitos pensarem que seria Mary Jane, mas na verdade, sua personagem se chama Michelle e ainda é um completo mistério. O que vocês acham?

Outra atriz que vai ganhar destaque é Laura Harrier (foto acima), que interpreta Liz Allan, o primeiro amor de Peter Parker nos quadrinhos. Eles estão fazendo tudo bem direitinho mesmo.

Os vilões vão tomar de conta de Nova York

trailer-homem-aranha-de-volta-ao-lar4

Os vilões são característicos das histórias do Homem-Aranha. E já tem gente dizendo que “De Volta ao Lar” também pode sofrer com o excesso de vilões, mas acredito que eles estão ali porque fazem parte de um todo. Sem eles, não teria graça, não é mesmo? Um deles é o Consertador, vivido por Michael Chernus, presente na imagem acima ao lado do ator Donald Glover, que ainda não tem um papel definido. Muitos não sabem, mas o ator serviu de inspiração para Brian Michael Bendis criar Miles Morales. Interessante, né?

O Consertador fez sua primeira aparição junto com o Abutre, o principal vilão deste primeiro filme, interpretado por Michael Keaton. Ele não faz o tipo de vilão que fica cometendo crimes pela cidade, sobrevivendo da venda de armas e apetrechos ultra-tecnológicos a vilões de segunda linha. Então podemos esperar que ele vá dar um ajudinha ao Abutre para construir sua roupa, que pelo aperitivo do trailer, está incrível.

Outro vilão que vai deixar a vida do Aranha um pouco mais difícil é o Shocker, interpretado por Bokeem Woodbine. Digamos que ele é um dos vilões clássicos das histórias do herói. Sua primeira aventura ocorreu na revista “The Amazing Spider-Man (vol. 1) #46“, lançada em Março de 1967. Outro detalhe interessante sobre esse vilão é que durante a Guerra Civil, ele participou da nova versão do Sexteto Sinistro e enfrentou o Capitão América e os Vingadores Secretos.

O clima anos 80 é do caralho!

trailer-homem-aranha-de-volta-ao-lar5

Não sei vocês, mas uma das minha partes preferidas do trailer é o universo do colégio do Peter. Além das referências que já vimos ao Universo Marvel, é impossível não sentir um certo clima anos 80 com a turma que eles escolheram para integrar o elenco.

Além desses detalhes que comentei aqui, também tem a já famosa cena do Homem-Aranha segurando um navio partido, que muitos estão dizendo ser uma homenagem à clássica cena do trem de “Homem-Aranha 2“.

~POR HOJE É SÓ!

Por enquanto é o que temos da nova aventura do Aranha nas telonas. E antes de encerrar o texto, fica aqui a confirmação do segundo filme para 2019. A data divulgada é 5 de Julho de 2019, dois anos depois da estreia de “De Volta ao Lar”. E pelo visto, depois de uma possível (bem na cara, né?) participação nos filmes dos Vingadores. Ele vai voltar muito mais forte e preparado e aí sim o clima vai esquentar!

O que vocês acharam do trailer? Deixe seu comentário e vamos conversar sobre o filme. Até a próxima!

precisamos-falar-sobre-a-anitta-e-a-desconstrucao-do-machismo

No último domingo, 13, a cantora Anitta surpreendeu a todos com um discurso empoderador durante sua apresentação no festival Villa Mix, no Rio. A intérprete de “Bang” e “Sim Ou Não“, provavelmente dois dos maiores hits do último ano, mandou um recado para quem a destrata tanto por ser funkeira quanto por ser mulher:

Uma vez eu peguei um cara que falou assim para mim: ‘Se tu fosse minha mulher, a primeira coisa que ia mudar é esse rebolado aí na frente dos outros.’ Aí eu falei, ‘entendi, para me pegar é legal, para ser tua mulher não dá’. Hipocrisia é que não dá, sabe por que? Eu prefiro ficar sozinha do que ser subordinada. […] Para essas pessoas que acham que só porque a gente faz funk que a gente é menor, eu tenho uma coisa pra falar: ‘vocês pensaram mesmo que eu não ia rebolar minha bunda hoje?’.

Um discurso bem diferente de alguns anos atrás, quando discutiu com a cantora Pitty em uma gravação do programa “Altas Horas“. Na ocasião, o apresentador Serginho Groisman recebeu convidadas mulheres em uma plateia formada só por homens. É claro que em um programa formado apenas por convidadas mulheres, o feminismo e a luta pela livre manifestação da mulher seriam assuntos fortemente debatidos. Ao falarem sobre o feminismo, a carioca não foi feliz ao comentar que as mulheres estavam “tomando” o lugar dos homens. Para piorar a situação, foi mais além, e no que diz respeito à liberdade sexual feminina, disse que a mulher que não se respeita, dá margem para o homem achar coisa X ou Y sobre ela.

Sabemos que uma pessoa não entende nada sobre o movimento feminista quando usa o argumento de que as mulheres estão querendo tomar o lugar dos homens. Isso é uma visão distorcida de alguém que não buscou mais informações sobre o assunto. O que as feministas desejam (e os que apoiam o movimento, mas não tem protagonismo de fala, ou seja, eu, como homem, que utilizo esse espaço para debater o tema), é que todos tenham direitos iguais, como a própria Pitty rebateu no momento da discussão. É o fim da dominação de um gênero sobre outro. Mas por enquanto, sabemos que isso ainda está bem longe de ser possível. E enquanto esse momento tão sonhado não chega, as mulheres precisam ser vistas, ouvidas, e o movimento precisa ser debatido.

Quando falamos sobre liberdade sexual feminina, muitas pessoas não costumam entender. Como assim liberdade sexual feminina? As mulheres não são livres? É difícil acreditar, mas uma grande parcela da sociedade ainda não aceita o fato das mulheres se manifestarem livremente. Seja sexualmente ou para expor seus valores. Você provavelmente já ouviu falar da teoria de que mulheres que usam roupas curtas e justas têm culpa de ser estuprada, não é? Uma roupa realmente vai determinar o caráter de alguém e ser um “convite” a um absurdo como o estupro? Dançar em cima de um palco usando short curto não significa que a mulher está querendo fazer sexo. Ela está apenas sendo livre, valorizando seu corpo, sendo sensual. Qual o problema nisso?

anitta-gif

Anitta, a outra Anitta de 2014 que brigou com a Pitty, ao disseminar a ideia de que uma mulher precisa se valorizar para que um homem a aceite, acaba fortalecendo esse pensamento retrógrado de que a mulher precisa ser recatada e reprimir seus desejos, seja lá quais forem.

A atual Anitta, que fala sobre não aceitar ser subordinada e que não é menor por fazer funk, já não acredita que uma mulher precisa buscar aprovação de um homem. É nesse ponto que falo sobre desconstrução. Desconstrução de estereótipos que cercam os gêneros. O pensamento desconstruído de Anitta agora acredita que uma mulher não tenha que dar satisfações a um homem, por simplesmente não existir uma superioridade entre os gêneros. Somos livres para sermos e fazermos o que quisermos.

Desconstruir o pensamento machista é uma atividade que devemos fazer diariamente. “Mas eu não sou machista!!!!” Você pode até achar que não seja machista (e aqui falo com todos, independentemente de gênero ou orientação sexual), mas não é difícil repetirmos atitudes e pensamentos machistas, já que estamos reproduzindo uma regra que a sociedade tem como norma social. E o que seria uma “normal social”? É simples: nada mais que uma regra socialmente reforçada, que pode afetar o comportamento humano de determinada sociedade. A Anitta, lá em 2014, pode nem ter percebido que estava apenas repetindo uma norma que ouviu durante tantos anos, por tantas pessoas. O quanto que ela não foi xingada por trabalhar fazendo funk? E para nós (isso eu também incluo a Anitta) desconstruirmos essa regra, precisamos prestar mais atenção e não repetir o machismo. A Anitta fez isso e agora está muito mais empoderada. E jamais subordinada!

Nós aprendemos todos os dias. Seja com a Anitta ou com alguém do nosso lado – em casa, na rua, no trabalho ou na faculdade. Todos os dias aprendemos a desconstruir. E essa desconstrução não acontece da noite para o dia. Vai levar um tempo, mas é necessária. E como é! Viva o mundo igualitário.

anitta-gif2

a-bela-e-a-fera-ganha-primeiro-trailer-completo

Não é de hoje que a Disney nos surpreende com as adaptações em live-action de suas animação clássicas. Ano passado mesmo nos encantamos com a linda releitura de Cinderela, a princesa mais famosa da Casa do Mickey.

Com “A Bela e a Fera” não tinha como ser diferente. Afinal, é uma das histórias de amor mais conhecidas no mundo inteiro. É tão poderosa que ultrapassa gerações. Foi da minha e também da sua. Lançada em 1991, faturou mais de US$ 375 milhões e pasmem, foi indicado na categoria de “Melhor Filme” no Oscar daquele ano. Uma animação ser indicada à categoria máxima da premiação é um tanto raro.

Desde que soube que a sempre ótima Emma Watson interpretaria a doce e ingênua princesa, fiquei interessado em conhecer mais detalhes da trama. A atriz sempre surpreendeu como a bruxa Hermione Granger na franquia “Harry Potter” e não decepcionou quando ganhou asas em produções contemporâneas. Com a Bela não tinha como dar para trás, certo? Certo!!! Nas primeiras imagens cheguei a conclusão de que seu trabalho seria impecável. Ela não deixou eu morder a língua.

O primeiro trailer lançado oficialmente hoje, 14, não me faz mudar de ideia. Ela é incrível. Tão sublime que nem parece real. Uma verdadeira princesa.

Toda a ambientação criada pelo diretor Bill Condon nos passa uma ideia de muita fidelidade ao filme original. Claro que tons mais modernos, mas é bem nostálgico rever algumas cenas, como por exemplo, a dança clássica de A Bela e a Fera.

O elenco da releitura conta com Dan Stevens (a Fera), Luke Evans (Gaston), Emma Watson (como já falei: interpretando a doce Bela), Emma Thompson (Sra. Potts), Kevin Kline (Maurice), Ian McKellen (Cogsworth), Gugu Mbatha-Raw (Plumette), Ewan McGregor (Lumiere) e Stanley Tucci (o piano falante). Bill Condon é o diretor responsável por transformar esse universo mágico em realidade.

O longa chegará aos cinemas no dia 17 de março de 2017.