10-vezes-em-que-a-ivete-sangalo-foi-a-rainha-do-brasil-no-carnaval-2017

Não é de hoje que estamos de olho em todos os passos de Ivete Sangalo, também conhecida como dona e proprietária do Brasil. E no Carnaval, não poderia ser diferente, né? Ainda mais que, além dos tradicionais blocos de rua em Salvador, a baiana estrelou o desfile da Acadêmicos da Grande Rio, tradicional Escola de Samba do Rio de Janeiro, que contou a história da cantora em seus mínimos detalhes. Foi uma explosão de amor, alegria e originalidade, traços que só a Veveta tem de sobra!

E não foi só isso, hein, tem muito mais! Reunimos, então, todas as vezes em que Ivete Sangalo levantou poeira e se mostrou, mais uma vez, a rainha do Brasil.

1. Ivete Sangalo comprou algodão doce de um ambulante de cima do trio

No sábado de Carnaval, 25, Ivete viu um vendedor de algodão doce de cima do seu trio e começou a conversar com ele. A cantora decidiu então comprar todo o algodão para que os foliões pudessem saborear o doce. Ela disse que o vendedor, que se chama Bruno, podia ficar despreocupado que pagaria tudo. E não foi só isso, ela ainda queria o “pau” do algodão doce, hahahaha! Ela é ou não é a melhor pessoa? Bruno ainda ganhou um convite todo especial: agora que já tinha vendido tudo, que tal assistir ao showzaço da baiana de cima do trio? Um sonho de Carnaval!

PS¹: Para quem não sabe, neste ano ela trabalhou o single “O Doce” como música do Carnaval e todo o seu bloco ganhou um clima personalizado ao melhor estilo Fantástica Fábrica de Chocolate, inclusive seus figurinos.

2. Mamãe Pirulito mandou avisar: “larga o celular e ‘vamo’ dançar!”.

A mamãe pirulito, como ela mesmo disse, é diva até na hora de dar bronca nos foliões! Hahahaha Na hora de colocar todo mundo para dançar com o hit “O Doce“, Ivete queria animação e ficou incomodada com as pessoas que não largavam o celular. Certíssima, né? Carnaval é pra todo mundo curtir mesmo!

 3. Ivete Sangalo fez um feat incrível com Marília Mendonça, a dona da sofrência.

Ainda no clima de Salvador, sabemos que os artistas que comandam os trios elétricos sempre recebem convidados especiais durante transmissões ao vivo para emissoras de televisão. E uma das convidadas de Ivete foi ninguém menos que Marília Mendonça, a rainha da sofrência. E olha que momento maravilhoso: as duas cantaram “Eu Sei de Cor“, pra fazer chorar e lembrar daquele amor que ficou por outros Carnavais. DIVAS!

4. Ivete pediu para sair na comissão de frente da Grande Rio e emocionou o público!

Fazendo uma rápida ponte aérea Salvador-Rio, não tem como não lembrar do momento mágico que foi a passagem apoteótica de Ivete Sangalo na Sapucaí. A escola de Duque de Caxias homenageou a baiana, contando sua história desde a origem pobre em Juazeiro, na Bahia, até o momento de sua consagração internacional. E olha que incrível: Ivete pediu para sair na comissão de frente, mesmo sabendo que seria uma responsabilidade imensa e que não poderia ser a estrela Ivete, mas sim, mais um membro da Escola. É de arrepiar, né? A encenação que abriu o desfile conta brevemente sua história, dando vida ao samba-enredo.

5. “A IVETE É MARATONISTA!!!!”

Logo depois de desfilar na comissão de frente da Grande Rio, vocês pensaram mesmo que ela não ia desfilar de novo, né? Hahahaha!

Ivete, por ser homenageada na Escola de Samba, era a única pessoa com autorização para aparecer duas vezes na avenida e não pensou duas vezes. Após encerrar sua primeira participação, enfrentou uma multidão para atravessar a Sapucaí e conseguir aparecer no último carro ao lado da família. Um detalhe é que ela precisou correr MUITO até chegar ao carro. Uma verdadeira maratonista! São meses e meses de preparação física para tudo sair perfeito. E ela ARRASOU, né?

6. Ivete Sangalo é ovacionada na Sapucaí e o nosso coração fica todo derretido!

Depois de correr uma maratona, ela teve seu momento de estrela (mais um, né?), sendo ovacionada pela Sapucaí inteira. Ao aparecer no último carro da Grande Rio ao lado do filho Marcelo e do marido Daniel, não tinha como segurar a emoção. Foi lindo, emocionante e apoteótico!!!!

7. O encontro das rainhas do Axé em um momento incrível de humildade.

Ainda falando sobre o seu desfile, mas agora de cima do trio em Salvador, Ivete protagonizou um momento de diva ao lado da igualmente rainha Daniela Mercury. A partir de 2:35 no vídeo, as duas conversam sobre uma ala da Grande Rio em homenagem à música de Daniela, que se chama “Canto da Cidade“. Para Ivete, a música e o clipe foram muito representativos, inspirações para a sua carreira. Ela reconheceu a importância de Daniela para a música baiana, a chamando de “rainha master”. Ivete também disse que Daniela sairia na ala, mas devido a compromissos na Bahia, não pode participar. Incrível, né? E não foi só isso: antes de fazer uma dueto com Alinne Rosa, Ivete fez questão de dizer que na Bahia ninguém era inimigo e que todos os cantores estavam juntos por um bem maior, sem rivalidade. Lindo de se ver!

8. Ivete é da pipoca e foliã como a gente!

Na terça-feira de Carnaval, 28, quando pensávamos que Ivete não aprontaria mais nada, eis que a baiana se fantasiou de palhaça para curtir a pipoca de Salvador. Ao lado de amigos e familiares, ela fez a festa correndo atrás do trio de vários cantores famosos, inclusive a Claudia Leitte. Demais, né gente? Não dá pra expressar o que a gente sente por essa mulher!

9. P** QUE P**, é a melhor cantora do Brasil!

Sempre que Veveta sobe ao palco, não demora muito para que os fãs comecem o grito de guerra que já é conhecido pela cantora. Na Bahia, não foi diferente. Ela foi ovacionada mais uma vez pelo público e aproveitou para conversar um pouquinho e agradecer tanto carinho. Só quem pode!

10. Ivete dançando com uma fã em cima do trio fecha a nossa lista com chave de ouro!

E para terminar a listinha com alguns dos momentos mais incríveis da Ivete neste Carnaval, olha só esse momento direto de Salvador. Quem queria estar no lugar dessa fã? Todos nós, né? Foi lindo de se ver!


Depois de tudo isso, como não amar e ser fã da Ivete Sangalo, né? A cantora deu um show de talento, simpatia e humildade nestes dias de Carnaval e ganhou ainda mais pontos com a gente. Ela é de uma força sem tamanho! Merece todo sucesso e reconhecimento conquistado ao longo de mais de 20 anos de carreira. Um beijo, Ivete!

Imagem: Facebook Ivete Sangalo

o-que-voce-precisa-saber-sobre-logan3

Há 17 anos, Hugh Jackman recebeu uma importante missão: dar vida a um dos super-heróis mais famosos e queridos dos fãs de quadrinhos, o mutante Wolverine dos X-Men. Quase duas décadas atrás, o projeto nem de longe parecia tão ambicioso e, talvez, nem ele mesmo tinha noção de que tudo isso culminaria em “Logan“, um filme subversivo e um dos mais audaciosos e violentos (tem muito sangue) da história dos heróis nas telonas. Você está pronto para o que vem a seguir?

Para o último filme da franquia, somos apresentados a uma trama diversificada, que trata não violência apenas por violência, mas nos mostra as consequências de tais atos e como podemos nos redimir de nossos erros. E não repeti-los. Ou fazer com que mais ninguém os repita. Uma história que foge de qualquer padrão que vimos até aqui, e trata paternidade em um cenário pouco provável, mas muito emocionante. É um filme que te faz vibrar e ficar colado na cadeira do cinema com cada cena de ação, mas também te emociona ao contar a história da pequena (e nem de longe inofensiva) Laura ou X-23, interpretada por Dafne Keen, que consegue, agora de um modo diferente, apresentar o conceito de família ao mutante já cansado de uma vida de muitas lutas. Repleto de simbolismos, é uma despedida que não perde o tom nostálgico pela metalinguagem presente na história.

Baseado na história “Velho Logan” dos quadrinhos, o longa não é uma representação fiel da minissérie, e até inclui Laura, que é uma personagem criada especialmente para a animação “X-Men Evolution“, mas consegue transmitir a mensagem de um mutante já velho e cansado, que surpreendeu a todos os fãs.

1. Uma homenagem ao cinema western e o verdadeiro Logan em cena.

o-que-voce-precisa-saber-sobre-logan5

Quando o diretor James Mangold divulgou em seu perfil no twitter que o novo filme do Wolverine seria para maiores de idade, muitos fãs se empolgaram com a ideia de ver o verdadeiro espírito selvagem da personagem nas telonas. Não que o mutante não tenha sido antes, mas agora de um jeito mais cru, com a carga dramática que ele tem nas histórias em quadrinhos e do mesmo estilo western – que é um gênero também adotado pelo longa, que consegue transmitir o espírito dos clássicos de Hollywood com sua direção, fotografia e até mesmo trilha sonora, sem contar as referências ao filme “Os Brutos Também Amam” (que seu título original é “Shane”, assim, curto e representando uma personagem, como “Logan”).

Logo de início, “Logan” mostra que não está para brincadeira. A cena inicial, quando o mutante acorda de ressaca ao ouvir marginais furtando peças de sua limousine, é uma das mais violentas e intensas do cinema. E de cara, somos apresentados ao “velho” Logan de 2029, já cansado e ferido. Sua recuperação já não é a mesma e as cicatrizes demonstram o apodrecimento do seu corpo. Só o que não muda é a sua fúria, que consegue fazê-lo forte e ainda pronto para algumas batalhas. Mas nem todas. As cenas intensas e pesadas de violência costuram uma história que busca, mais do que mostrar membros decapitados, mas o que está por trás de viver uma vida de Wolverine. São os efeitos colaterais da selvageria e de uma história amarga, onde precisou se afastar de todas as pessoas que amava por seu passado sombrio e indesejado. Seu corpo já não aguenta as feridas e o seu emocional está abalado, sem qualquer estrutura para construir relacionamentos.

2. O que acontece com os últimos mutantes da Terra?

o-que-voce-precisa-saber-sobre-logan4

Em 2029, para sobreviver e cuidar do nonagenário Charles Xavier (brilhantemente interpretado por Patrick Stewart há também 17 anos), Logan precisa ser chofer no dia a dia. Seu único parceiro é o frágil Caliban (Stephen Merchant), um mutante que consegue “farejar” outros iguais, com quem divide a difícil tarefa de cuidar do ex-professor que agora vive trancado e medicado devido a fortes convulsões que causam transtornos por onde passa, sendo, inclusive, responsável por um incidente que matou diversos mutantes. Eles agora são os últimos mutantes vivos, escondidos entre a população.

A ideia de que eles sejam os últimos muda quando Logan é procurado por Gabriela (Elizabeth Rodriguez), uma mexicana que precisa da ajuda do mutante em uma missão típica dos X-Men. Ela oferece dinheiro para o velho Wolverine levar a menina Laura ao Éden, um lugar onde supostamente a criança estaria a salvo. Mas ao mesmo tempo que é procurado por Gabriela, o perigoso Donald Pierce (Boyd Holbrook) o confronta, querendo o que a mexicana tem de mais precioso: a X-23. E por que ela é tão preciosa? Enigmática, Laura é uma das mutantes criadas em laboratório para tornarem-se armas letais após a extinção dos mutantes. Quando todos eles fogem, a X-23 é o principal alvo da empresa, que quer reaver todos os seus “experimentos“.

Ficamos na expectativa durante algum tempo de filme para conhecer a verdadeira Laura e o que ela tem para mostrar e, quando finalmente a vemos em ação, é de ficar arrepiado com a forma como eles conduziram a personagem.

3. A figura da paternidade em meio à selvageria.

o-que-voce-precisa-saber-sobre-logan

Ao conhecer Laura, Logan não se sente responsável pela menina e isso se deve aos anos de amargura e o cansaço de um homem já sem forças para novas batalhas. Mas ao descobrir que ela está em perigo e que, assim como ele, talvez não tenha a chance de ser realmente feliz, sendo fadada a caçar como uma besta-fera, resolve ajudá-la, ou fazer o melhor que pode. E isso fica muito implícito quando a X-23 mostra suas garras, que assim como as dele, são de adamantium, o fazendo lembrar de sua história. Ele nem precisa falar muito para percebemos. Hugh Jackman é realmente incrível nesse papel.

Ps¹: Um detalhe diferente é que ela também tem garras nos pés, assim como as felinas que caçam para alimentar a família. É incrível!

Com a ajuda do Professor Xavier, Logan consegue enfrentar Donald Pierce em uma caçada sem limites. Sem limites mesmo. Prepare-se para grandes cenas de ação e muito sangue. Cabeças são decapitadas e a menina, que apesar de parecer apenas uma menina, é uma fera sem escrúpulos, o que acaba causando algumas reações estranhas ao público.

E é em meio à caçada que conhecemos um novo Logan, que apesar de sua história selvagem, adota a menina como filha, já que os dois possuem o mesmo código genético, e resolve usar sua última cartada para fazer com que ela seja livre. E o mais importante, que aprenda com ele a não cometer os mesmos erros. E o conceito de família não é reforçado apenas com a chegada de Laura, mas temos em cena uma relação saudosa e muito fiel de Logan com o seu eterno tutor Professor Xavier. Já vai preparado para muita emoção!

4. O traje amarelo e azul e o recurso da metalinguagem.

o-que-voce-precisa-saber-sobre-logan6

Em 2029, Logan e o Professor Xavier são os últimos X-Men vivos. E um detalhe interessante neste filme é que os mutantes foram transformados em histórias em quadrinhos. Um recurso de metalinguagem muito bem utilizado por Mangold, que acaba trazendo um tom nostálgico e até explica, em tom de crítica e deboche, o porquê do Wolverine não ter usado o uniforme amarelo e azul.

Na história, Gabriela, a responsável por Laura, quer que Logan leve a garota ao endereço que está em uma das revistas, que seria o Éden. A primeira reação de Logan é desacreditar a história, já que para ele as HQs contam apenas uma parte do que aconteceu e inventam a outra, o que pode até ser uma crítica aos primeiros filmes da franquia, que tiveram muitas mudanças – principalmente os próprios filmes da franquia do Wolverine. Com certeza um dos pontos altos do roteiro, que consegue fazer uma referência a toda a franquia.

5. O futuro de Laura na franquia dos X-Men.

o-que-voce-precisa-saber-sobre-logan2

Com todo o simbolismo presente na trama, os roteiristas criaram uma forma de eternizar o Wolverine, e nada mais simbólico e representativo do que uma nova geração, iniciada por Laura.

A transição de um legado de pai para filha é bem explícita, o que nos faz pensar que veremos Dafne Keen reprisar o papel de X-23 em outros filmes. Será que ela pode repetir o mesmo feito de Hugh Jackman e interpretar Laura por, pelo menos, 17 anos? Com a presença forte da nova Wolverine em outras mídias, como os próprios quadrinhos, não é difícil de imaginar um filme solo para a personagem já nos próximos anos.


Logan” é definitivamente o melhor filme da franquia dos X-Men. É sombrio, dramático e tem o tom necessário (e finalmente certo) para uma despedida à altura de Hugh Jackman.

O longa estreia dia 2 de março nos cinemas.

cinco-motivos-para-comecar-a-ver-riverdale

Não lembro desde a última vez que o canal norte-americano The CW conseguiu emplacar um drama adolescente de sucesso. Nos últimos anos, a emissora resolveu investir pesado no universo dos super-heróis da DC Comics e até lançou uma comédia aqui e outra ali (e bem certeiras, diga-se de passagem), mas nada que conseguisse chamar atenção dos jovens como costumava acontecer alguns anos atrás. Não sei se estou ficando velho demais, mas “One Tree Hill” e “Gossip Girl” eram séries de muito sucesso entre os adolescentes e hoje quase não vemos mais isso. É, estou ficando velho demais. Já se passaram muitos anos.

Mas a boa notícia é que o canal resolveu voltar a investir no drama adolescente e escolheu nada mais nada menos que as histórias CLÁSSICAS da Archie Comics para criar um universo instigante e promissor com a série “Riverdale“. E eles não poderiam retornar ao público jovem de forma melhor: se vocês não sabem, a “Turma do Archie“, criada na década de 40, foi uma importante “cartilha” de como ser adolescente na sociedade norte-americana. Nos tempos de ouro, quando as histórias em quadrinhos tinham forte influência entre os jovens e na história da cultura pop.

Mas como uma história criada há tantos anos pode representar os jovens de hoje em dia? A sociedade é outra, os tempos mudaram, tudo está mais conectado e as histórias em quadrinhos já são não a primeira, nem a segunda opção de muitos adolescentes. Correto! Tanto é que a Archie Comics está tentando se reinventar, sair do mais do mesmo. Tanto é que houve uma reformulação das histórias em 2015 e agora estão apostando em mais uma empreitada: a série de TV lançada pelo canal The CW.

A trama mostra a vida dos moradores da cidade título, acompanhando bem de perto o dia a dia dos jovens, mais especialmente de Archie (K.J. Apa), Betty (Lili Reinhart) e a recém-chegada Veronica (Camila Mendes). O ponto de partida da história é a misteriosa morte, que depois descobre-se ser um assassinato, de Jason, um dos garotos mais populares da série.

E aqui estão alguns bons motivos para você prestar atenção nesta estreia. (Mesmo que você espere chegar na Netflix, não tem problema, eu até entendo a geração stream)

1. Fãs de The OC, Gossip Girl e 90210 vão se sentir nostálgicos!

riverdale2

Os fãs de séries de TV mais velhinhos vão lembrar de outras produções do gênero, como “The OC“, “Gossip Girl” e “90210” (a original ou o remake) e vão se sentir nostálgicos com o universo juvenil explorado em “Riverdale“. E o mais interessante: apesar do tom nostálgico, também podem se interessar pela pegada mais atual, que mistura elementos clássicos das séries teens com uma pegada misteriosa, envolvendo segredos que acabam instigando a curiosidade de quem está assistindo. É uma irmã mais nova de “Twin Peaks“. Se é que podemos classificá-la assim! Outra vantagem é que as séries teens atuais agora estão menos presas ao “tradicionalismo”. Então tem beijo lésbico, personagem gay e pelo visto, mais surpresas ao longo dos próximos episódios.

2. Riverdale é misteriosa e palco de um assassinato.

riverdale

Jason Blossom (Trevor Stines) se afoga no lago durante um passeio com sua irmã gêmea Cheryl (Madelaine Petsch) e a morte é considerada um acidente, mas logo no primeiro episódio descobrimos que ele foi assassinado. Agora, toda a cidade é suspeita! Quem teria matado Jason? Esse é o principal plot da temporada, que deve se desenrolar durante os episódios. Vamos descobrir quem poderia ter motivo para matar o garoto popular do colégio. E essa trama de suspense é um dos diferenciais da série teen. Tudo em Riverdale é muito misterioso, o que deixa tudo mais legal. A estética da série e o frio assassinato dão um toque diferente a essa nova roupagem das histórias da Archie Comics.

3. Josie e as Gatinhas ganham vida em “Riverdale”

riverdale3

Os fãs mais nostálgicos com certeza vão pirar com a aparição de Josie e as Gatinhas logo no primeiro episódio da série. Produzida pela Hanna-Barbera, o desenho animado da girlband foi baseado na série de quadrinhos de mesmo nome criada por Dan DeCarlo para a Archie Comics, exibida em 1970 pela CBS. No seriado, elas formam a banda da escola que vão ajudar Archie a realizar o sonho de ingressar na música. E outro detalhe muito legal: Elas cantam “Sugar, Sugar“, que foi um sucesso de Archie em 1969 e até tema de abertura da novela “Despedida de Solteiro” aqui no Brasil.

4. O Dylan de “Barrados no Baile” agora é pai de um adolescente. Dá pra acreditar?

riverdale4

Quem lembra do Dylan de “Barrados no Baile“? Quem foi adolescente na década de 90 com certeza tinha um crush no bad boy da série teen mais famosa de todos os tempos. E agora Luke Perry, o intérprete do personagem, está em “Riverdale” e dá vida ao pai de Archie, o nosso protagonista. E tem mais gente conhecida no elenco: Mädchen Amick, a Shelly de “Twin Peaks“, interpreta Alice, a mãe de Betty.

5. A Sabrina mora na cidade ao lado!!!

riverdale5

Vocês lembram da Sabrina, a aprendiz de feiticeira? Como não lembrar, né? Para quem não sabe, a personagem também surgiu nas histórias da Archie Comics e pode aparecer em “Riverdale“. Quer motivo para começar a ver a série melhor do que esse? Não existe! Principalmente se você cresceu assistindo as histórias da personagem nos anos 90 e 00. Por enquanto, os produtores executivos do seriado estão com dificuldades em encaixá-la na trama por ser “sobrenatural” demais. Temos mistérios na cidade de Riverdale, mas nada que fuja muito do convencional. Mas vamos torcer, né?

Relembre a abertura clássica da série:

Depois desses motivos, que tal começar a fazer uma mini maratona hoje mesmo? “Riverdale” também está em exibição aqui no Brasil pelo canal Warner Channel. Até a próxima!

10-vezes-que-a-katy-perry-provou-ser-a-maior-hitmaker-que-voce-respeita

Ontem à noite, 6, Katy Perry foi anunciada como atração musical do Grammy Awards, que acontece neste domingo, 12 de fevereiro. Se você nos acompanha pelo Instagram, com certeza já está sabendo da novidade.

Logo após sentirmos o impacto da notícia, eis que a Billboard soltou mais uma bomba: os primeiros detalhes sobre o tão aguardado novo single da cantora. A faixa se chama “Chained to the Rhythm” e terá participação de Skip Marley, neto de Bob Marley. O lançamento já está marcado para esta sexta-feira, 10 de fevereiro.

E aproveitando o buzz do retorno, listamos 10 vezes que a cantora provou ser a maior hitmaker que você respeita. São tantos singles, que ficou até difícil fazer uma seleção. É um hit atrás do outro. Depois não se esqueça de deixar um comentário com a sua música preferida ou se achar que esquecemos de alguma que merecia figurar a lista!

1. Firework

Quem disse que a Katy Perry não tem um hino para chamar de seu? “Firework“, terceiro single do álbum Teenage Dream (2010), é um dos marcos de sua carreira, atingindo o primeiro lugar na Billboard Hot 100. Uma explosão de amor!

2. Hot n Cold

Quando Katy ainda estava só começando, já provou que seria uma hitmakerzona da porra! “Hot n Cold” foi o segundo single do álbum “One of the Boys” (2008″), figurando na primeira posição em vários países. Não pode nem começar a tocar que a gente adora!

3 Thinking Of You

O primeiro álbum pop da gata é um hinário, bicho!

4. E.T. ft. Kanye West

Mas já que é pra falar de hino, voltamos para a Era Teenage Dream, que fez de Katy Perry um grande ícone da música pop. Sua parceria com o Sr. West rendeu o quarto topo da Billboard Hot 100 para o mesmo álbum. Se isso não é poder, o que poderia ser?

5. Last Friday Night (T.G.I.F.)

O maior hino de balada que você respeita!

Geeky-Katy-Perry-Dancing-Music-Video

6. The One That Got Away

O Teenage Dream é ou não é o melhor álbum da Katinha?

7. Roar

Depois de tantos singles poderosos, o que Katy Perry preparava para o lançamento de seu 3º álbum pop de estúdio? Ela rugiu, e rugiu em alto e bom som! “Roar” chegou com tudo e, após apresentação no MTV Video Music Awards em agosto de 2013, estava mais do que provado que a cantora voltaria com tudo para as paradas. 

8. Dark Horse (Official) ft. Juicy J

Essa música fez tanto sucesso que o clipe atingiu mais de 1 bilhão de visualizações no Youtube, tornando-se o mais visto da história entre as mulheres na época. Poderosa!

9. Unconditionally

A música é incrível e o clipe não deixou por menos. A Era Prism é definitivamente a mais conceitual de Katy (até agora).

10. I Kissed A Girl

E para fechar o top 10, um retorno aos primórdios de Katy Perry. Quando uma cantora pop tem ousadia e irreverência, um single como esse não pode ser esquecido, né? 

trailer-guardioes

O Super Bowl é muito mais do que o maior evento esportivo do ano e um show mega esperado de uma artista consagrada mundialmente.

E muito mais do que aquela espiadinha anual no marido da Gisele Bündchen…

bradyhighv

É o momento do ano em que estúdios e canais de televisão liberam as prévias dos próximos lançamentos, fazendo a alegria de nós consumidores compulsivos de cultura pop. E para facilitar a sua vida, vamos reunir, aqui neste post, os principais trailers lançados durante todos os intervalos do evento.

Para adiantar, eles não economizam mesmo!!! São milhões e milhões de pessoas assistindo aos breaks, ou seja, o que vem pela frente é o melhor que todos podem oferecer. Já deu pra sentir o clima, né? Vamos lá:

Guardiões da Galáxia Vol 2

Vida

A cura

De Volta ao Jogo 2

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

Logan

Velozes & Furiosos 8

Stranger Things – 2ª temporada

Baywatch

The Handmaid’s Tale

The Walking Dead

Mulher-Maravilha

Volte em breve para mais prévias!

clipe-de-loka-hit-do-carnaval-de-simone-e-simaria-com-anitta

O Carnaval está chegando se você for otimista, 49 dias nem é tanto tempo assim e é comum, nesta época do ano, o lançamento de músicas que disputarão o famoso título de “Música do Carnaval“. A dupla Simone & Simaria, as Coleguinhas mais amadas do Brasil, também entrou na disputa, e para fazer o hit mais comentado do verão, convidou ninguém menos que Anitta, um dos nomes mais famosos da atual música brasileira.

O resultado desse “popnejo” é o single “Loka“, lançado hoje, 6, nas rádios de todo o Brasil, além dos já conhecidos serviços de streaming.

A mistura, que além de trazer o sertanejo e o pop, tem a pegada cheia de energia do reggaeton, um ritmo originalmente latino que está conquistando o Brasil. Vai dizer que você não rebolou muito ao som de “Sim ou Não“, da Anitta em parceria com o colombiano Maluma? Todos nós amamos e com a nova música das Coleguinhas não vai ser diferente. É para suar na balada e descer até o chão repetindo os versos chicletes que já estão em nosso coração. Basta ouvir uma ou duas vezes para sair cantarolando o refrão: “Esquece ele e fica loka, loka, loka. Agora chora no colo da patroa, loka, loka…

Alguém dúvida que vai ser um dos hits mais tocados do verão e do Carnaval? Eu não!

Para acompanhar o lançamento do single, o clipe também foi lançado agora a pouco na internet, com direito a muitos closes, coreografia e beleza, claro. As três juntas estão maravilhosas! Como não amar? Assista:

E por falar nas Coleguinhas, olha só o recadinho que elas gravaram para o blog:

Siiim, elas não são demais? Nós adoramos! E até entendemos que a Simone tenha mandando um “site” ao invés de “beijo” pra gente, hahahah! Ela é LOKA e por isso amamos tanto. Adoramos o recadinho e só temos a agradecê-las pelo carinho.

O que você achou do lançamento de “Loka”? Deixe seu comentário e corre para decorar a letra e a coreografia. O Carnaval está chegando e temos aqui uma forte concorrente nessa disputa.